Campeonato Paranaense 2020: Veja onde assistir ao vivo na TV e Online

A edição de 2020 do Campeonato Paranaense está ainda sem contrato de transmissão pela TV. De acordo com a jornalista Monique Vilela da Rádio Banda B de Curitiba, até foi ventilada uma proposta de R$ 2 milhões para divisão igualitária entre os clubes, para exibição apenas a partir das quartas de final, mas as negociações com a TV não continuaram.

Ela não indicou qual seria a emissora, mas acredita-se que seja a RPC TV (afiliada Globo).

Os clubes pequenos que têm na venda dos direitos de transmissão a maior parte de suas receitas, estão sem esta alternativa para o ano que vem.

Regulamento:

O Campeonato Paranaense de 2020 repetirá a fórmula de três anos atrás. A exemplo das edições 2015-16, o Estadual terá turno único, com mata-mata até a decisão da competição. A tabela detalhada tem a previsão de ser divulgada até o dia 18 de novembro.

A edição 106 somará 17 datas, uma a menos do que foi em 2019, mas uma cima do que a CBF estabeleceu como padrão. A reunião, envolvendo os 12 clubes participantes, também definiu que não haverá limite de inscrições, diferente deste ano, limitado a 30 atletas, com cinco trocas.

O Estadual 2020 começa no dia 18 de janeiro e vai até o dia 26 de abril. Os times que fizerem menos pontos na fase inicial serão rebaixados para a Divisão de Acesso. A competição dará três vagas para a Série D do Brasileiro de 2021. Assim, está extinta a Taça FPF Sub-23.

A Federação Paranaense de Futebol (FPF), inicialmente, sugeriu que o regulamento das temporadas 2018-19 fosse repetida, mas não foi atendida. Na sequência, a entidade deu a opção escolhida pelos representantes em votação. (confira os detalhes abaixo)

  • 1º Fase: Os clubes se enfrentam em turno único, com seis mandos de campo para os classificados de primeiro a sexto lugares (Athletico, Toledo, Coritiba, Londrina, Operário e Paraná) na classificação geral da temporada anterior, e cinco mandos para os demais clubes (FC Cascavel, Rio Branco, Cascavel CR, Cianorte, União e PSTC). Classificam-se para o mata-mata os oito melhores clubes.
  • Rebaixamento: os dois clubes que somarem o menor número de pontos na Primeira Fase (11º e 12º colocados) caem de divisão.
  • Quartas de final: Os oito clubes classificados na Primeira Fase serão divididos em quatro grupos com dois clubes (“A”, “B”, “C” e “D”) e jogarão dentro de seus respectivos grupos em partidas de ida e volta (1º x 8º, 2º x 7º, 3º x 6º e 4º x 5º).
  • Semifinal: os quatro clubes classificados serão divididos em dois grupos com dois clubes (“E” e “F”) e jogarão dentro de seus respectivos grupos em partidas de ida e volta (vencedor AxB e vencedor BxC).
  • Final: os dois clubes classificados jogarão partidas de ida e volta.

O Athletico é o atual bicampeão, enquanto PSTC e União são as equipes vindas da Divisão de Acesso do Paranaense. Maringá e Foz do Iguaçu foram rebaixados nesta temporada.

Os representantes de cada clube

  • Clovis Dias (Cascavel Clube Recreativo)
  • Lucas Barella Franzato (Cianorte Futebol Clube)
  • Gustavo de Paula e Silva Rocha (Club Athletico Paranaense)
  • Ivo Sendeski (Clube Esportivo União)
  • Samir Namur (Coritiba Foot Ball Club)
  • Valdinei Antonio da Silva (Futebol Clube Cascavel Ltda)
  • Mayara Gomes Suzuki (Londrina Esporte Clube)
  • José Álvaro Góes Filho (Operário Ferroviário Esporte Clube)
  • Alex Rodrigues Brasil (Paraná Clube)
  • Renato Roberto Muniz David (PSTC)
  • Itamar Bill (Rio Branco Sport Club)
  • Carlos Alberto Dulaba (Toledo Esporte Clube)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *